sábado, maio 25, 2024
InícioEsoterismoSignosA História do não Signo Chines do gato

A História do não Signo Chines do gato

Há muito tempo, na antiga China, quando os animais se reuniram para decidir a ordem dos signos do zodíaco chinês, o gato estava determinado a fazer parte dessa seleção. O gato era um animal inteligente, gracioso e altamente respeitado por sua astúcia.

O Imperador Celestial anunciou que organizaria uma grande corrida e os doze primeiros animais a atravessar o rio seriam selecionados como os signos do zodíaco chinês. O gato ficou empolgado com a oportunidade de mostrar suas habilidades e conquistar seu lugar na história.

O rato, que era amigo do gato, soube da corrida e decidiu que queria participar também. No entanto, o rato era um pouco egoísta e ardiloso. Sabendo que não era um bom nadador, ele foi até o gato com uma proposta traiçoeira.

A Armadilha do Rato, e o começo do fim para o signo do Gato

O rato sugeriu que, como eram amigos, deveriam ajudar um ao outro durante a corrida. Ele convenceu o gato de que eles poderiam acordar cedo e partir juntos na manhã da corrida. O gato, ingênuo e confiante, aceitou a proposta do rato sem suspeitar de suas verdadeiras intenções.

A corrida estava prestes a começar e o gato acordou animado e pronto para começar a jornada com seu amigo rato. No entanto, para sua surpresa e desgosto, o rato o havia enganado. Ele partiu silenciosamente sem acordar o gato, deixando-o para trás.

Quando o gato finalmente percebeu que tinha sido traído, ficou arrasado. Ele correu para o rio, mas já era tarde demais. Os outros animais já haviam cruzado e o Imperador Celestial havia encerrado a seleção dos signos.

Desde então, o gato ficou sem lugar no zodíaco chinês. E até hoje, os gatos são lembrados como animais que não fazem parte dos signos, enquanto o rato ocupa o primeiro lugar, graças à sua traição.
Essa é a triste história de como o gato perdeu a oportunidade de se tornar um dos signos do zodíaco chinês, tudo por causa da trapaça do rato.

A Lenda Paralela da explicação do Gato

Numa versão paralela da lenda, Buda convidou todos os animais, e apenas treze responderam: o rato, o boi, o tigre, o coelho, o dragão, a cobra, o cavalo, a cabra, o macaco, o galo, o cão, o porco e o gato.

Nesta versão, o rato, temendo não ser escolhido, mente para o gato e diz que a festa será realizada num local diferente, enviando-o para o lado oposto onde a festa realmente aconteceria, deixando-o do lado de fora do castelo.

Devido a essa armadilha, o gato não foi agraciado como um dos signos e desde então nutre um ódio eterno pelo rato, caçando-o em todas as oportunidades possíveis. Daí também surge a lenda de “por que o gato sempre caça o rato”.

DESTAQUE

MAIS LIDOS