terça-feira, maio 21, 2024
InícioCatolicismoOrações do CristãoA Prosperidade Divina: A Ordem Natural da Abundância

A Prosperidade Divina: A Ordem Natural da Abundância

O Reconhecimento da Herança de Bênçãos e a Manifestação da Prosperidade Plena

Prosperidade

A busca pela prosperidade é uma aspiração comum a muitas pessoas, e o reconhecimento de nossa conexão com o divino pode ser um caminho para alcançá-la. A oração da prosperidade é um instrumento poderoso que nos lembra que a abundância é nosso direito de nascença. Neste artigo, exploraremos a importância dessa oração e como ela nos conecta com a fonte infinita de bênçãos.

Acreditar que nada nos faltará é uma afirmação de fé e confiança no universo. A oração da prosperidade nos ensina que somos herdeiros de um tesouro divino, destinados a receber tudo de bom que o mundo tem a oferecer. Essa convicção nos fortalece e nos inspira a acolher as bênçãos que nos são destinadas.

Ao proferirmos a oração da prosperidade, abrimos as portas para a abundância em nossa vida. Reconhecemos que a divina providência nos supre com tudo o que necessitamos, seja em saúde, riqueza, amor, paz ou alegria. Com essa mentalidade, nos libertamos do medo da escassez e abraçamos a plenitude que nos é reservada.

Oração da prosperidade

A prosperidade divina é o meu direito de nascença. Nada me faltará. Sou herdeira de um tesouro divino; nasci para herdar tudo o que existe de bom. Tudo o que existe de saúde, riqueza, amor, paz e alegria foi-me destinado por Deus, simplesmente porque existo. Meu pai concedeu-me o dom de respirar para viver e desenvolver-me. É um dom precioso que usufruirei durante toda a vida, sem nem mesmo pensar; Minha mãe atende a todas as minhas necessidades, antes mesmo que eu peça. Sei que nada do que eu preciso me faltará.

Os dons são abundantes, basta acolhê-los. Portas fechadas abrem-se para mim. Passagens obstruídas são liberadas. A divina abundância e prosperidade, juntamente com a graça perfeita de Deus, convergem por caminhos perfeitos em minha direção. Nada me faltará! Nada me faltará! Nada me faltará! Escassez, dívidas, enfermidades não me atingirão! Sou saudável! Sou próspera! Sou livre! Sou inteira! Sou uma filha de Deus, com muito amor para dar e receber, e profundamente amada. A fonte que me alimenta é abundante, generosa e amorosa. Nada me faltará. Reconheço o que é bom para mim. Aceito o que é bom para mim! A vida não me negará nada de bom.

Neste momento, proíbo a minha mente (bata três vezes no centro da sua testa) de alimentar qualquer medo de carência ou escassez. Porque seria um absurdo negar o que é meu direito de nascença. É um prazer para o meu pai, é a vontade da minha mãe, é o objetivo do meu pai, é a alegria da minha mãe que eu herde tudo o que é bom! E eu agradeço o que me é dado para ser mais capaz de amar e compartilhar! Nada me faltará! Nada me faltará! Nada me faltará! Que assim seja. Agradeço a Deus-Pai. Agradeço à Deusa-Mãe. Dou graças a Deus porque nada me faltará! E assim seja.

DESTAQUE

MAIS LIDOS